Pular para o conteúdo principal

A saga do casamento - parte I

Oie, td b?

E, finalmente, o casamento da minha amiga chegou. Minha melhor amiga. Minha "irmã" há 18 anos, apenas...rsrsrs. E, claaaaro, que tudo não poderia ser super tranquilo né?! rsrsrs....Graças a Deus, na minha vidinha-de-interiorrrr, sempre rolam altas emoções pra contar aqui.


Começamos a semana - na verdade, meio de semana...quarta-feira - com um chá-de-lingerie marcado de última hora - totalmente...rsrs - e acabei ficando quase sem jantar pra poder ir comprar uma lingerie bem tchan pra minha sister. Claro q saio tarde do trabalho - às 22h - e fui a última convidada do chá a chegar, bem na hora q tava td mundo indo embora...rsrsrs... Foi até engraçado chegar com o presente, uma garrafa de 2L de Coca-Cola e quase dar de cara na porta....rsrsrs. Mas a atenção e o carinho dela valeram - e muito - a pena.

Na quinta, teve a cerimônia no civil. Consegui dobrar minha chefinha pra folgar a noite e pude ir .Tava tudo ótimo, apesar do frio e da chuva que não cediam nunca. Depois teve um jantarzinho na casa do noivo para os convidados, mas não pude ficar muito porque tinha que ir buscar mammys no trampo - ela tb sai às 22h como eu. E, na sexta feira, foi a loucura.
Acabaram descobrindo - meio q de última hora ou Deus-sabe-como - que o desfile dos blocos de Carnaval da cidade ia ser no mesmo horário da cerimônia no sábado. E que as baterias iriam concentrar quase do lado da igreja. E que não ia dar pra transitar por lá pq ia ser tudo interditado. E que ia virar tudo um caos. E que o casamento teria que ser antecipado - ou adiado, sem chance né?! - por causa disso tudo. Correriaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Lá toca as irmãs, madrinhas - incluindo eu, que xik!!! - e afins a ligar para todos os convidados, hotéis, salões de beleza e etc pra avisar que o casamento foi antecipado, teria que ser pontual e terminar antes do início do desfile...rsrsr... Não sei sobre a noiva, mas eu nem dormi direito na sexta: pensava no carnaval, nos horário, no cabelo, na chuva, no frio, na noiva, no padrinho, na entrada da igreja, na ida pro salão....afffffffffffff!

O sábado amanheceu beeeeeeeeeeem chuvoso; achei que meu cabelo não ia ficar bom.
Fiquei de bobs, parecendo a Dona Florinda o sábado todo. Fui à tarde no salão e a hora q a cabeleireira soltou os rolinhos, fiquei parecendo o Ursinho Puff. Depois, ela resolveu desfiar os fios "pra dar sustentação ao penteado"...rsrrs... Não sabia se tava parecendo a Marge Simpons ou o Pica-Pau. Minha cara de pânico foi óbvia demais pq ela virou e me disse gentilmente "Calma que eu vou arrumar...rsrs". Por fim, graças a Deus deu tudo mais que perfeitamente certo: fiquei pronta antes do horário , o desfile foi cancelado por causa da chuva; parou de chover na hora da cerimônia, meu padrinho foi mais que perfeito, o casamento transcorreu lindo e a festa foi ótima.

Meu padrinho: cheguei na igreja e já vi ele de cara, mas dei uma enrolada pra gente se falar. Nos encontramos depois na porta da igreja e ele foi hiper-mega-power-blaster-super-advanced-plus gente boa: o cara era bom de papo, cheio de lábia, com um monte de história pra contar, além de ser um gatinho né?! Estava bem acompanhada, graças a Deus. Entrei super bem na igreja, não tropecei, não fui muito rápido e nem muito devagar. Sentamos separados porque estávamos representando os amigos dos noivos - cada um ficou de um lado...errado pq fiquei do lado do noivo e tinha q ter ficado do lado da noiva...rsrsrs - mas valeu. Fui a primeira a cumprimentar a noiva e me sai super bem também. Tirei fotos com o padrinho - tiradas por um amigo do padrinho super gatinho, por sinal - e depois nos reencontramos no salão. Dançamos valsa juntos - a valsa dos noivos com padrinhos... aliás, parênteses: preciso de aulas de dança de salão...rsrsrs... q nervoso e q vergonha!!!! Mas ainda bem que peguei um gentleman pra dançar e foi ótimo; brindamos com os noivos, tomamos champangne - acho que é assim q escreve.

Me diverti a beça na festa, revi amigos, dei muuuuita risada, quase fui pra uma balada com o padrinho e os amigos vestida de longo mesmo - mas o cansaço falou mais alto..rsrsrs - e a noiva me brindou, no final da festa com uma prova de amizade maravilhosa. Ela jogou o buquê né?! A irmã caçula dela q pegou. Mas ela me chamou - na frente de todas as meninas - e me entregou um buquê lindo "e falou "Esse é pra você, amiga! Obrigada por tudo!". Nem tem o que agradecer né?!

Comentários

miguel disse…
Nana, gostei muito do teu novo espaço. Também estou pensando em mudar meu blog para cá, meu receio é a adaptação com o ferramental considerando-se que quase não tenho tempo para essas pesquisas. Muito legal seu relato sobre o casamento, tudo deu certinho, né mesmo? Saúde minha cara, felicidades e até a próxima.
JuJu disse…
Ah, que bom que deu tudo certo na festa! Fiquei com um pouco de medo com o seu "Graças a Deus, na minha vidinha-de-interiorrrr, sempre rolam altas emoções pra contar aqui."... Sério.
Aceitei aquele seu meme do abraço. E seu novo cantinho está lindo, minha cara! Muito bonito.
...
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!
Kamilla Barcelos disse…
Primeiro, obrigada pelo selo.
Adoro essas confusões e emoções em casamentos. É história para posteridade. Achei bonito você receber o buquê.
Mirys disse…
Aêh, irmã mais nova!!!

Arrasou, heim??? E ainda ganhou um buquê de lembrança? Que delícia!!!

Eu entrei no casório de mãos lotadas (literalmente) com lembranças, pajens, damas, alianças, cravos e umas 10 toneladas de correria (pra que, né? A chuva já tinha cancelado o trio elétrico!). E saí do casório sem nada... mas, as mãos não abanavam, não! Tinha um lindo garotinho de 6 anos quase dormindo, nelas!

Acaba não, mundão!!!

Bjos. Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…

E a saúde, vai bem?

Oi, tudo bem?
Bem, a semana começou com pique e todo. Estava muito feliz e animada, fazendo mil planos para os próximos dias. Mas, como a bíblia mesmo: "o coração do homem faz planos, mas a resposta vem do Senhor".
Na terça feira, o garoto teve que trabalhar pesado o dia todo e eu, contando com o clima de meio-chuva-meio-frio, acabei ficando na cama até mais tarde, pedi comida no supermercado e não fiz absolutamente nada do que tinha planejado.
Por consequência disso, na quarta eu já estava mais jururu e fui ficando doente, com dor de garganta, dor no corpo, a pressão foi baixando, baixando, baixando... e fui parar no pronto socorro.
Comentários à parte: eu tenho trauma de pronto socorro por tudo o que eu passei aqui; então, eu só vou lá em caso de extrema-extremíssima necessidade. Cheguei lá caindo aos pedaços, fervendo de febre e o atendente ainda me pediu para "tirar uma foto para atualizar o cadastro" - bom, meu cadastro agora tem uma foto de zumbi para estampar. T…

Thanksgiving

Oi, tudo bem?
"Rendei graças ao Senhor porque Ele é bom, porque a Sua misericórdia dura para sempre" Salmo 118:1
Hoje é Dia de Ações de Graça. Infelizmente, não temos o hábito de celebrar a data aqui no Brasil - apesar de termos copiado a Black Friday.
Mas eu tenho o costume de celebrar a data por ser uma tradição dos cristãos protestantes desde muito tempo atrás.
Antigamente, era o dia em que os colonos agradeciam a Deus pelo ano de colheita e compartilhavam com os mais pobres o que tinha restado da safra.
Hoje, aqui no Brasil, o dia serve mais como um memorial para olharmos pra trás e agradecermos a Deus por tudo. O simples fato de poder agradecer já é um grande milagre; afinal, se você está vivo para agradecer, está bem melhor que muita gente que não chegou até a data de hoje para ser grato. #filosofando.
Eu tenho muito a agradecer este ano.
1) Por ter corrido tudo bem com os preparativos do casamento e por todos os livramentos e providências divinas para resolver tudo que aconte…