Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Por quê, Senhor?!

Oi, tudo bem?
Esse post é um desabafo. Por que o mundo está assim? Por que as pessoas só reclamam, competem umas com as outras e não colaboram entre si para um bem melhor? Eu não vejo a hora de ir pro céu e sair dessa bagunça.
Ultimamente, o clima no trabalho tem piorado. A equipe não é mais tão equipe assim: uma menina bem querida foi promovida e foi embora da nossa unidade. Tem uma que ficou que é muito amiga de outra e as duas vivem de fofoquinhas e cochichos durante o expediente e só trabalham quando a chefe está presente. A mais encrenqueira só sabe criar mal-estar, sendo grossa e mal educada, arrumando briga e falando mal de tudo e todos e desmerecendo as coisas alheias. Mas, é claro, na frente da chefia, ela é educada, prestativa e super "boazinha".
Eu perdi a minha parceira de horário e agora trabalho com uma que não gosta do serviço, não gosta do horário, não gosta de nada e só vive na Internet, no mundo cor-de-rosa das coisas fashion e dos looks do dia.
A chefia..bem, …

Tantas, tantas coisas

Oi, tudo bem?
Cof, cof, cof. Vamos tirar a poeira daqui, né?! Sabe que eu até mando fazendo uma lista dos afazeres fora do trabalho e tem sempre um item "fazer post sobre tal coisa", "visitar blogs amigos", mas está difícil conseguir conciliar tudo.
Vamos aos fatos.
Estamos levando bem a sério a proposta da nutricionista de passar o zíper na boca e perder os cinco quilos que ganhei desde que conheci o garoto. Posso ser sincera?! Nem está sendo tão difícil assim. Como ela não me proibiu de nada - só diminuiu as quantidades - fica mais fácil controlar a gula porque eu não preciso passar vontade. E não é que tive ótimos resultados no primeiro retorno?! Em duas semanas, perdi 1,5 kg e 3 cm de barriga. Yupiiiii!!! Não sei se isso é um super resultado ou algo totalmente normal para quem está fazendo reeducação alimentar, mas eu sai de lá tão feliz e leve, literalmente, e bem motivada para manter o ritmo. Até porque estou lendo um livro muito legal que ensina que não é chiqu…

Aprendendo o Não

Oi, tudo bem?
Confesso que nem ia passar por aqui essa semana porque não tenho nada muito assim para contar.
Até andaram acontecendo algumas coisas bem legais em relação a Operação Casa e ao Projeto Casamento, mas como tudo está ainda bem no comecinho, eu prefiro contar depois que tudo estiver mais encaminhado. Sem ressentimentos, né?!
Como passou o feriado? Espero que bem. Eu tive um feriado delicioso! Super tranquilo, sem nenhuma grande viagem ou nada muito diferente do convencional. Mas sabe aqueles dias que te deixam com aquela sensação gostosa de que podiam voltar? Os meus dias de feriado foram assim.
Acho que é porque estou aprendendo a falar não. Achou estranho? Na vida, a gente sempre acha que precisa falar sim, sim, sim. Sim, senhor para tudo. Mas tem hora que a gente precisa falar não. E eu falei alguns nãos nesse feriado e tive dias inesquecíveis.
Falei não para dormir um pouquinho além do horário... e consegui caminhar com mammy todos os dias pela manhã e colocar o papo em dia,…

A terra da saúde, beleza e do vulcão

Oi, tudo bem?
No último domingo, eu e o garoto encaramos outra excursão. Desta vez, fomos para Poços de Caldas em Minas Gerais. Logo eu que não dava nada para a viagem, confesso que voltei de lá nas nuvens.
A viagem de ida foi bem...hã...congelante. Estava muito frio e o ar condicionado do busão estava pra lá de forte. De acordo com comentários do garoto, eu estava com nariz vermelho de tanto frio rsrsrs.
Tivemos uma guia muito especial e querida, a Eliete, que nos acompanhou durante todo o dia, passando pelos pontos turísticos das cidade. 
Começamos pela feira de artesanato de uma das praças centrais da cidade ontem tem uma fonte das águas termais, a Fonte dos Macacos. A cidade, que ficou famosa pelas águas termais sulforosas, contém com fontes ricas em enxofre, que tem, no entanto, indicações e contra-indicações. É indicada para quem sofre, por exemplo, de reumatismo crônico (artrite, artrose, fibroses), fora das crises agudas. Idem para tratamentos de nevralgias (ciática inclusa), doen…

Zíper na boca

Oi, tudo bem?
Eu sempre fui magrinha, magrinha mesmo de dar dó. Mammy sempre me acompanhou nas loucuras das dietas para engordar, comprava potes de Sustagen para tomar, fazia vitaminas bem reforçadas, caprichava nos doces e tortas. E nada. A filhota nunca ganhava uma grama sequer.
Na escola, sempre tive todos os apelidos de magrela possíveis; tinham amigos que até brincavam que eu não me molhava na chuva porque "cai um pingo aqui e um pingo aqui e ela fica no meio" ... sem graça.
Mas eu fui crescendo. E, bem devagarzinho - devagarzinho mesmo, à passos de tartaruga com câimbra - eu comecei a ganhar uns quilinhos aqui e ali. E sempre fui muito feliz com meu corpo, sempre fui bem desencanada com balança, caloria, exercício, academia.
Mas o garoto chegou, as saídas para jantar fora aumentaram (e muito) e os trinta-e-alguns anos também chegaram, contribuindo para o meu querido metabolismo ficar mais lento e as gordurinhas começarem a se instalar no meu corpinho.
Fato é que estou me se…