Pular para o conteúdo principal

Que tal organizar um evento?

Oi, tudo bem?

Na correria do #ProjetoCasa e da #OperaçãoCasamento, a vida continua e a gente sempre arruma alguma coisa para ocupar a cabeça.

Nos últimos dias, respirei política 24 horas por dia. Acontece que dois superiores da empresa na qual trabalho, se candidataram para cargos políticos na última eleição. E é lógico que - por livre e espontânea pressão - praticamente todos os funcionários do quadro foram convocados para ajudar na campanha. Entregar "santinhos", participar de carreatas, encontros políticos, adesivar carro, colocar faixa na casa, enfim... quem frequenta meu facebook só viu propaganda política nos últimos dias.

Até que foi legal porque eu nunca me envolvi tanto com política na vida e acho que, pela primeira vez, realmente votei com consciência em cada candidato. Não foi só porque são meus superiores, mas porque eu li o plano de governo deles e vi que eles tinham conteúdo e algo a acrescentar. Uma pena que não tivemos o resultado esperado.

E daí, isso faz a gente refletir. O país está indo de mal a pior: inflação voltando, violência crescendo, a juventude cada vez mais perdida no tráfico e longe da escola. Que futuro teremos? O que esperamos deixar para as próximas gerações. Vimos tantas manifestações, o tal discurso do "gigante acordou" no ano passado e pra quê? Pro Tiririca ser eleito como 2º deputado federal mais votado? Parece piada de mal gosto...ops, é piada de mal gosto!

E, se não bastasse eleições ontem, ainda tivemos um chá de cozinha para organizar. Sabem aquela velha amiga, ex do garoto, que vai casar e eu vou ser o algodão-doce-rosa-pink vulgo "dama de honra" que vai levar as alianças?  Ela mesmo. 

Teve uma outra madrinha fofa que pediu minha ajuda e lá fomos nós organizar um chá de cozinha. Aqui no trabalho já fizemos alguns, mas foi bem diferente e com bem menos pessoas. A noiva selecionou quase setenta mulheres para a festinha e tivemos que fazer convite, enfeite, lembrancinha - passei minha noite de sexta passada envolvida em trabalhos manuais, dos quais não tenho a menor paciência e sobrou até pro garoto cortar fita e prender enfeite.

O que aconteceu no domingo foi uma palhaçada à parte. Marquei com a madrinha tal hora e ela ainda estava cozinhando quando cheguei. Tivemos que passar em quatro lugares diferentes para tentar achar a chave que abria a edícula que pegamos emprestado e ninguém tinha a abençoada chave. Só conseguimos uma chave de uma porta e, pra nossa sorte, as demais portas estavam fechadas apenas por arames...rsrsrs...que os bandidos não descubram isso!

Foi uma correria para arrumar tudo a tempo e ainda atrasamos quase uma hora pra buscar a noiva. Mas ela gostou muito da festa surpresa. E eu tive a certeza que não quero nada disso na minha vez. Acho muito chato as brincadeiras, o evento todo é bem cansativo e as pessoas só vão para comer e ir embora. Lógico que toda a bagunça sobrou pra gente arrumar, mas ainda bem que deu tempo de deixar tudo em ordem. Só foi uma pena que eu nem consegui ir no culto depois de tão cansada... perdão, Senhor!

Ah, novidades do #ProjetoCasa: já estamos no telhado!

E, na próxima semana, vou dar uma adiantada na #OperaçãoCasamento e passo por aqui!

Comentários

Fernanda Brito disse…
Olá Nana!
Que bacana!! Gostaria de saber qual foi o mimo escolhido para presentear as amigas?

Beijos,

http://thestyleofhislove.blogspot.com.br/
Vinicius disse…
Nossa eu tive alguns clientes que se candidataram... Como é chato isso
betania disse…
Oiiii tudo bem? Primeira vez que comento aqui. Tem um mês + o - que conheci seu blog e to gostando.
No mais vc acredita q depois de uns 8 anos sem ler nenhum livro(meuuuupai) , e claro q estou falando de romances...livros cristãos nao conta. , E que depois q casei fui morar fora por um tempo no exterior, dai ja viu, trabalho , cursinho,casa, depois o filhote...e nada...de tempo para uma leitura , amoooo ler.
Escolhi "como eu era antes de vc" , mesmo trabalhando, cuidando do bb ,casa...eu li em uma semana, isso so a noite. E puxaaaa vida gostei tanto da estória , mas q final triste. Ahhhhh não gostei. :( .
Fazer o q ne?
Depois de mais dicas de livros...
bjssss e sorte em tudo q for fazer.
Mirys Segalla disse…
Nana: só você!!!!
Na "sua vez", a trabalheira não vai ser sua. E tem gente que adora esse tipo de "trabalho" (vide família Segalla! kkk).

Eu também não curto as tais brincadeiras tradicionais, mas AMO reunir gente que eu adoro, para celebrar, para dividir bons momentos. Então, fiz uma reuniãozinha básica, para alguns amigos, e todo mundo participou (meninas E meninos E crianças). Foi só uma tarde super agradável, com todo mundo junto. Talvez seja uma boa ideia.

Bjos e bençãos.
Mirys
www.umabaguncadeliciosa.blogspot.com
NeyaRa disse…
Até que eu gosto dessas festas, mas acho que é legal só com os íntimos, aquela coisa só pra falar besteira fazer pegadinhas, não gosto dessas com muita gente, pois acaba perdendo meio que o sentido, sei lá...
Quando a gente se envolve com política assim, até que é divertido, fiz alguns trabalhos para alguns candidatos, mas também o resultado não foi satisfatório, haha.
Beijo

Postagens mais visitadas deste blog

Tag de tudo um pouco

Oi, tudo bem?
A Mila me indicou nessa tag e eu amo participar de blogagens coletivas e tags, então... vamos lá:
Regras Deve indicar 11 blogs com menos de 500 seguidores; Colocar o selo da Tag; Colocar os créditos ao blog Atrás da Penteadeira; Colocar o blog que te indicou.


Perguntinhas 1- Qual seu estilo musical preferido? Boa pergunta...geralmente, gosto do que está tocando no rádio..se for pop rock, melhor ainda.
2- Qual peça de roupa é sua queridinha no momento? Meus shortinhos de calor, fresquinhos e floridos para ficar em casa de bobeira.
3- Qual de seus esmaltes é o mais divo? Marca e cor. Babado Forte, da linha Color Trend da Avon
4- Shorts ou saia? Por quê? Sempre shorts, não muito curto. Saia só se for longa.
5- Cabelo liso ou cacheado? Sempre cacheado
6- Salto ou sapatilha? Depende da ocasião.
7- Brigadeiro ou sorvete? No verão, um bom picolé de limão. No inverno, o brigadeiro de panela é imbatível.
8- Doce ou salgado? Depende do humor do meu estômago.
9- Como você define seu estilo? Casual.
10- Você…

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…

Retrô 2016 - O ano!

Oi, tudo bem?
Último dia do ano, não podia faltar né?! Retrô 2016!!! "O" ano! O ano que virei gente grande, casei, virei "mãe" e nem atualizei tanto o blog porque a vida foi bem movimentada.
Mas ainda temos alguns registros aqui e lá vamos nós para relembrar:
1) Comecei o ano na igreja, com um baita crise de choro por saber que era minha última virada solteira. Tivemos a saga da #operacaocasamento com todos os preparativos descritos a cada cinco dias. E claro, com direito à um spin-off  sobre o presente misterioso.
2) Se 2016 foi "O" ano, Fevereiro foi "O" mês: mês do casamento, da lua de mel, do início da vida de casada.
3) Eu já estava com "tlinta e tlês" anos e já era uma senhora casada, sofrendo para aprender administrar tanta novidade junto. 
4) Abril foi o mês dos "primeiros": primeira tentativa de adotar uma "filha", primeiro acidente doméstico, primeira intoxicação sem ajuda de mammy. Ufa, eu sobrevivi!
5) Maio foi…