Pular para o conteúdo principal

A saga dos casamentos - parte XV volume I

Oi, tudo bem?

E eu consegui lembrar do número do episódio da saga dos casamentos. Agora, estamos no episódio 15 - o que não significa que tenham sido apenas 15 casamentos relatados aqui, porque alguns episódios contam de 2 ou até mais hehehe.

Esse episódio é tão especial quanto o episódio 1 no qual eu fui madrinha da minha amiga de infância.

Bom, vamos lá?!

A saga começou na sexta feira com o casamento de um cliente do garoto que nos convidou aos 15 minutos do 2º tempo da prorrogação para a cerimônia. Demos um presente simples pra eles porque não estávamos preparados para o evento e até a minha roupa foi mais simples que o costume.

Caprichei na escova, coloquei uma saia lápis preta - que ficou um pouco curta e justa demais - e um corpete dourado que eu tinha comprado com mammy em uma viagem - que ficou decotado demais.

Pegamos um pouco de chuva na chegada à igreja e a cerimônia foi bem simples e comum, mas agora que estamos em fase de #OperacaoCasamento, ficamos reparando em todos os detalhes: música, foto, filmagem, etc.

A festa foi em um salão novo da cidade, pequeno mas muito aconchegante. Pensa em uma festa top? Essa foi mais. Chegamos lá e passamos um pouco de aperto no começo: primeiro, porque o garoto - inexperiente no ramo de casamentos quando ele é o convidado principal - esqueceu os convitinhos que tínhamos que apresentar na porta do salão. O atraso para irmos buscar os convitinhos na casa dele nos fez perder lugar no estacionamento do salão - que é bem pequeno - e tivemos que rodar um pouco para achar uma localização decente no bairro que costuma ser um pouco perigoso à noite porque é muito escuro e muito chique. 

Depois, passamos uma pequena saia-justa porque não conhecíamos ninguém a não ser os noivos e não tínhamos mesa para sentar. Até que a cerimonialista veio e nos colocou em uma mesa onde tinham mais pessoas na mesma situação que a gente.

A partir daí, foi só festa. Comida e bebida com fartura e uma garçonete super fofa, que já trabalhou com o garoto em outra ocasião, garantiram que a noite passasse voando. A banda que tocou foi a minha favorita em quesito banda-baile e levantou a galera de acordo com clássicos como Dancing Queen, New York New York entre outros.

Por incrível que pareça, o garoto até arriscou uns passos de samba quando começou a tocar Trem das Onze e ele não aguentava mais meu bico de vontade de ir pra pista hehehe.

O bolo foi chocolate branco e preto com sorvete e ainda conseguimos arrematar alguns bem-casados para mammy.

O chato da noite ficou por conta dos comentários do garoto após a festa. Muito ciumento, ele disse que não estava à vontade com a roupa que eu fui, que eu exagerei no pouco comprimento e aperto do conjunto e que ele não queria que eu usasse aquela saia longe dele. Acabei retrucando de acordo e ele soltou a pérola que ele não queria que eu me parecesse com a sua ex. PRONTO! A noite acabou ali.

Tudo bem que depois ele se justificou, pediu um milhão de desculpas e perdões e tentou se redimir ao máximo. Mas sabe quando aquilo fica entalado na garganta? Nunca ele tinha me comparado com ninguém. E eu nem acho que estava tão vulgar assim. Fiquei muito chateada e fiz questão de deixar isso bem claro para ele.

Agora no sábado... 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tag de tudo um pouco

Oi, tudo bem?
A Mila me indicou nessa tag e eu amo participar de blogagens coletivas e tags, então... vamos lá:
Regras Deve indicar 11 blogs com menos de 500 seguidores; Colocar o selo da Tag; Colocar os créditos ao blog Atrás da Penteadeira; Colocar o blog que te indicou.


Perguntinhas 1- Qual seu estilo musical preferido? Boa pergunta...geralmente, gosto do que está tocando no rádio..se for pop rock, melhor ainda.
2- Qual peça de roupa é sua queridinha no momento? Meus shortinhos de calor, fresquinhos e floridos para ficar em casa de bobeira.
3- Qual de seus esmaltes é o mais divo? Marca e cor. Babado Forte, da linha Color Trend da Avon
4- Shorts ou saia? Por quê? Sempre shorts, não muito curto. Saia só se for longa.
5- Cabelo liso ou cacheado? Sempre cacheado
6- Salto ou sapatilha? Depende da ocasião.
7- Brigadeiro ou sorvete? No verão, um bom picolé de limão. No inverno, o brigadeiro de panela é imbatível.
8- Doce ou salgado? Depende do humor do meu estômago.
9- Como você define seu estilo? Casual.
10- Você…

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…

Resenha - Melhor do que comprar sapatos

Oi, tudo bem?
Segundo livro do ano.. em março #vergonha.
Arrisquei no título Melhor do que comprar sapatos, da Cristiane Cardoso, publicado pela Editora Unipro.
Não sei se você já ouviu falar dela: filha do bispo Edir Macedo (já torceu o nariz?), casada com o Renato Cardoso, é apresentadora do Escola do Amor na Rede Record (torceu o nariz de novo?).
O livro, segundo o site da Livraria Cultura, não é simplesmente uma coletânea de artigos sobre a essência da mulher. O objetivo de sua autora, Cristiane Cardoso, é ir além e promover a transformação real do leitor, de dentro para fora. Sabendo que mudanças não acontecem da noite para o dia com a simples leitura de um livro, Cristiane aborda temas de importância para toda mulher. E todos esses temas apontam para o fato de que é preciso enxergar a vida mudando a nossa perspectiva. A partir dessa atitude, a autora defende que é possível ser uma mulher melhor em todos os sentidos. Como lidar com seus problemas? Quando um relacionamento funciona? C…