Pular para o conteúdo principal

2014 - Últimos Livros

Oi, tudo bem?

Sei, sei, sei. Já estamos em 2015 e eu ainda postando os últimos livros de 2014. Mil desculpas, caros amigos leitores, mas a correria do final de ano foi grande e muitos posts ficaram para lá de atrasados.

Com muita alegria, conclui 2014 com 22 livros lidos - um recorde atingido até agora - e aqui embaixo, vou tentar resenhar os últimos escolhidos do ano passado.

Livro: Os Cães Sonham?

Autor: Stanley Coren 
Editora Paralela

Esse foi o livro que comprei em abril na feira do livro de Poços de Caldas e que veio a ser lido só no final do ano... já dá para ter ideia da pilha de livros que tinha na frente para ler, né?! 

Esse livro foi um dos melhores e mais úteis livros que li. Gosto muito de cachorros, muito mesmo! E esse livro é uma ótima opção para os apaixonados pelos amigos de quatro patas por ser uma leitura prática, rápida - daquelas de ler em uma sentada - e bem divertida. 

O autor Stanley Coren é bastante conhecido no mundo canino por ser o autor do aclamado A Inteligência dos Cães, a maior publicação já feita sobre o tema. Não é um simples livro de perguntas e respostas. Todas as questões são respondidas de forma simples, fácil de entender, mesmo que as vezes use alguns termos técnicos, e possuem sempre "começo, meio e fim". Ele nos dá os por quês das questões, fornece exemplos, explora o passado dos caninos e chega a uma conclusão. Parece um professor bonachão respondendo de forma prazerosa uma pergunta de um aluno interessado na aula. Realmente recomendado para quem é apaixonado por cachorros e deseja compreende-los melhor. Sim, eles sonham!

Livro: Você pode ser feliz sem ser perfeita?

Autora: Alice Domar e Alice Kelly D.Lesch
Editora Sextante

Para quem tem problemas sérios com cobranças excessivas, perfeccionismo exagerado e auto controle ao extremo, esse livro é leitura obrigatória. O assunto principal é não termos as nossas “neuras”de cada dia com relação a perfeição. Podemos sim, ser felizes nos livrando das cobranças diária e alheia que sofremos a todo momento, o livro nos ensina a nos aceitarmos do jeito que a gente é, fazendo assim nossa vida fluir no seu curso certo, ensina também a planejarmos nossas metas, como podemos administrar nossa ansiedade e nos livrarmos de vez da culpa excessiva que ronda nossa santa paz. Para mim, que sofro de todos esses males e mais alguns, o livro foi um bálsamo de alívio e coloquei, sim, muita coisa em prática para facilitar meu cotidiano.

Livro: Coleção O Poder das Trevas?

Autor: Bill Myers
Editora Bello Publicações

O livro conta a história da família Williams onde os irmãos Rebeca e Sergio ambos cristãos vão morar em cidade onde passam por vários desafios contra uma sociedade de jovens satânicos.

A narrativa é bem interessante, mas acaba ficando um livro específico para quem é cristão e acredita em batalhas espirituais. Muitas cenas são bem eletrizantes e prendem a atenção da gente do tipo que não dá para parar de ler; porém, tem outras narrativas que se arrastam um pouco e, na minha humilde opinião, poderiam ser mais breve.

O livro é chamado de "coleção" porque conta com 3 episódios na vida dos irmãos Rebeca e Sergio que vão se entrelaçam até o grande desfecho. 

Para quem gosta do gênero, vale muito a pena. Para mim, fã dos livros do Bill Myers, recomendaria mais o livro Limiar do que este aqui.


Livro: Confissões de uma viciada em internet

Autora: Fabiana Bertotti
Editora Parole
A entrega do livro foi um caso à parte. Demorou para chegar e, no dia que chegou, o carteiro bateu no portão enquanto eu estava no banho. Saí de casa e fui à caça do carteiro pelas ruas do bairro porque algo me dizia que meu livro estava para chegar. Depois de algumas quadras, consegui achar o abençoado e pegar minha encomenda. Ebaaa!

Este livro, da jornalista Fabiana Bertotti, trata justamente dessa nova revolução, a digital. A coisa toda é ainda muito recente  e ainda estamos no processo de assimilar todas as novidades que surgiram no ambiente da rede. E a Fabiana, com sua experiência de migrante virtual precoce e estudiosa do assunto – ou seja, usuária e analista –, nos traz um panomarama muito interessante de como nossa vida mudou nos últimos anos, sem percebermos.

O livro traz questões sobre o que a internet nos tornou: mais críticos ou superficiais? Aproximou ou afastou pessoas? O que tudo isso tem a ver com relacionamentos, hábitos de consumo e o desenvolvimento do nosso cérebro.

Para quem é rato de computador como eu, leitura obrigatória.

Livro: Álbum de Casamento - Quarteto Noivas

Autora: Nora Roberts
Editora Arqueiro

Primeiro livro da série Quarteto de Noivas, Álbum de casamento conta uma linda história de amor, amizade e família – e daqueles momentos imprevisíveis que transformam uma imagem bonita numa verdadeira obra de arte.

Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. O primeiro livro fala da Mac, fotógrafa especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida.

Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito.

Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme.

Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.

Óbvio que lendo um livro da Nora Roberts, somente terão cenas sensuais,  românticas e nesse caso engraçadas, os diálogos e cenas do casal tem um bom toque de amor.

Álbum de Casamento é uma narrativa leve, romântica e divertida. Mesmo com os empecilhos de personalidade que colocam a prova a felicidade do casal, mas é um livro da Nora Roberts, então com certeza a autora conduziu magistralmente ao final feliz.

Então nem preciso dizer que indico é indicadíssimo tanto esse livro quanto os três próximos livros da série. E também para quem gosta de um bom e agradável romance, e quer fugir de homens lunáticos e possessivos e mulheres chatas e com carências afetivas irritantes, ou simplesmente porque é Nora Roberts, não precisa falar mais nada.

E que venha 2015... com mais livros!!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…

Retrô 2016 - O ano!

Oi, tudo bem?
Último dia do ano, não podia faltar né?! Retrô 2016!!! "O" ano! O ano que virei gente grande, casei, virei "mãe" e nem atualizei tanto o blog porque a vida foi bem movimentada.
Mas ainda temos alguns registros aqui e lá vamos nós para relembrar:
1) Comecei o ano na igreja, com um baita crise de choro por saber que era minha última virada solteira. Tivemos a saga da #operacaocasamento com todos os preparativos descritos a cada cinco dias. E claro, com direito à um spin-off  sobre o presente misterioso.
2) Se 2016 foi "O" ano, Fevereiro foi "O" mês: mês do casamento, da lua de mel, do início da vida de casada.
3) Eu já estava com "tlinta e tlês" anos e já era uma senhora casada, sofrendo para aprender administrar tanta novidade junto. 
4) Abril foi o mês dos "primeiros": primeira tentativa de adotar uma "filha", primeiro acidente doméstico, primeira intoxicação sem ajuda de mammy. Ufa, eu sobrevivi!
5) Maio foi…

Thanksgiving

Oi, tudo bem?
"Rendei graças ao Senhor porque Ele é bom, porque a Sua misericórdia dura para sempre" Salmo 118:1
Hoje é Dia de Ações de Graça. Infelizmente, não temos o hábito de celebrar a data aqui no Brasil - apesar de termos copiado a Black Friday.
Mas eu tenho o costume de celebrar a data por ser uma tradição dos cristãos protestantes desde muito tempo atrás.
Antigamente, era o dia em que os colonos agradeciam a Deus pelo ano de colheita e compartilhavam com os mais pobres o que tinha restado da safra.
Hoje, aqui no Brasil, o dia serve mais como um memorial para olharmos pra trás e agradecermos a Deus por tudo. O simples fato de poder agradecer já é um grande milagre; afinal, se você está vivo para agradecer, está bem melhor que muita gente que não chegou até a data de hoje para ser grato. #filosofando.
Eu tenho muito a agradecer este ano.
1) Por ter corrido tudo bem com os preparativos do casamento e por todos os livramentos e providências divinas para resolver tudo que aconte…