Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

#umanovamulherem30dias - dia 25

Oi, tudo bem?
Dia 24 - o mundo é seu
Que tal aprender um outro idioma? Conhecer outras culturas ajuda em muitas coisas: a melhorar a cognição, abrir a mente e outras formas de pensar e se expressar, além de facilitar outros aprendizados e promover mais agilidade cerebral.
E que ter o prazer de saber que você pode ir muito mais além dos livros que estão na sua língua, conhecer pessoas, viajar para outros lugares? A lista de vantagens vai muito longe, né?!
Falta de dinheiro não é desculpa porque eu, por exemplo, nunca fiz um curso de inglês e consigo me virar bem no idioma graças aos intermináveis filmes e seriados legendados e as traduções de músicas da MTV.
Seja qual for o caminho que decidir trilhar, corre aprender um idioma novo pois o tempo vai passar do mesmo jeito. Depois de um ano inteirinho de dedicação, será muito gratificante olhar para trás e ver que aproveitou ontem para aprender algo bom e útil para a sua vida hoje.

#umanovamulherem30dias - dia 24

Oi, tudo bem?
Dia 24 - Let it go

Lembrando da música do Frozen, hoje é dia da gente deixar para lá.

Fato: não podemos resolver tudo agora, não podemos ter tudo agora e ninguém é perfeito.
O convite da autora é para deixarmos de ser idiotas e parar de ficar se preocupando e se estressando com coisas que não estão ao nosso alcance para serem resolvidas.
Respire fundo, morda a língua, conte até 45678, saia de perto, tome água. Seja lá qual for sua alternativa, afaste-se do que te faz mal e, quando perceber que está para perder a cabeça, saía correndo. Literalmente, se for o caso.
Esse negócio de acumular mágoa é algo dolorido e cruel que vai destruindo as paredes da nossa vida a ponto delas não se sustentarem mais.
Em ambientes como o trabalho, ou até mesmo nas amizades e relacionamentos entendemos isso melhor do que em qualquer outro lugar. 
Deixar para lá não é uma simples atitude, é uma estratégia militar. Isso faz todo sentido porque realmente tentamos evitar a guerra; a ideia não é buscar …

#umanovamulherem30dias - dia 23

Oi, tudo bem?
Dia 23 - Largando um vício
Falou vício, logo a gente pensa em álcool, cigarro, drogas. Mas temos outros vícios que passam desapercebidos no nosso dia-a-dia como vícios alimentares, celular, redes sociais.
A Fabiana mesma admite ter sido uma viciada em internet e tem até um livro falando sobre isso; com muito custo, ela conseguiu se desapegar.
Pense agora em você e o que tem feito. Eu, por exemplo, entreguei 1 semana sem redes sociais... nos próximos post, eu conto como foi.
Responda as questões abaixo e liberte-se do que está consumindo sua vida e sem precioso tempo:
1) Qual seu vício?
2) Como isso afeta sua vida?
3) Como isso afeta a vida dos que estão ao seu redor?
4) Poderia abrir mão disso?
5) como você poderia substituir esse vício por algo mais produtivo?
Vamos juntos nessa vibe!

#umanovamulherem30dias - dia 22

Oi, tudo bem?
Dia 22 - Fazendo a limpa
Está na moda a onda do desapego e do destralhe, mas não é só de coisas que enchemos a vida a porto de nem podermos mais nos locomover que a autora está falando: é de gente.
Também somos cercados de muita gente: pessoas que amamos, pessoas que não gostamos, pessoas que achamos que gostamos. 
A proposta do capítulo é desapegarmos da nossa rotina as pessoas que não nos acrescentam nada, que insistem em continuamente nos criticar, nos colocar para baixo. Será que você conhece alguém assim?
Fácil não é, é um longo processo mas vale a pena experimentar livrar-se de quem não te faz bem e descubra um mundo novo muito mais amigável para você se desenvolver.
Hoje é o dia... vamos lá!

#umanovamulherem30dias - dia 21

Oi, tudo bem?
Dia 21 - Faça o bem, não importa a quem
Frase batida que as pessoas nem param para pensar, mas é algo tão gratificante que nos faz encontrar a melhor versão de nós mesmos.
Temos que levar essa frase a sério e procurar alternativas no nosso dia para fazer a diferença onde vivemos.
Seja aí do lado no trabalho, seja aquela pessoa calada sempre com olhar triste, a amiga que perdeu o pai ou a vizinha que rala e sofre pra criar os filhos... todos ficamos felizes com uma mãozinha, certo?!
Então, será que você consegue começar hoje a fazer o bem sem olhar a quem? A autora propõe algumas questões para começarmos:
- Como posso fazer o bem na vizinhança?
- Como posso fazer a diferença no trabalho?
Vamos começar?!

#umanovamulherem30dias - dia20

Oi, tudo bem?
Dia 20 - Um passo a mais
Vinte dias se passaram e estamos firmes e fortes em nosso propósito de sermos mulheres melhores no final da jornada. E onde podemos dar um passo a mais?
Olhando nossa vida, percebemos que alguns entraves são... nós mesmos! Colocamos barreiras e empecilhos como uma espécie de auto sabotagem em algumas situações da vida. 
São tantas as possibilidades que nos esperam ali do lado de fora dessa bolha gosmenta que criamos que não temos como passar mais um dia sequer sem dizer: suba um degrau!
Agora, vamos pensar um pouco em profissão, carreira fora de casa mesmo. Esteja ciente das suas qualidade e habilidades profissionais para não ficar sujeite apenas ao que te oferecem, mas saia na frente.
Temos um comportamento um tanto quanto subalterno de ter que dar satisfações sempre, a creditar aos outros o nosso sucesso. Muitas vezes, a nossa ascedência profissional é interrompida por conta da maternidade e muitos estigmas permeiam empresas em relação à mulheres com…

#umanovamulherem30dias - dia 19

Oi, tudo bem?
Dia 19 - Vista outro calçado
A expressão do início do capítulo não quer dizer emprestar o nosso sapato para amiga, mas realmente se colocar no lugar delas... ô coisinha díficil!
Você já passou por aquela situação de acordar feliz e saltitante e tomar uma patada de alguém querido, logo cedo? 
Ou será que você foi o atacante que acabou com a alegria alheia?
É tão ruim sentir-se injustiçada. Agora, pense pelo ângulo de quantas pessoas você já julgou por um evento isolado na sua vida. 
Nesse capítulo especial, coloque-se no lugar de alguém que não é muito agradável com você: talvez o problema seja na sua casa, no trabalho, no seu relacionamento. Isso é um exercício de generosidade também, porque de repente você escolhe justamente uma pessoa que te magoou profundamente há pouco tempo.
Se esforce para olhar a situação com outros olhos e realmente se colocar no lugar da pessoa. Esse é um exercício poderoso que tem a capacidade de mudar muito de seus hábitos de julgar e influenciar voc…

#umanovamulherem30dias - dia 18

Oi, tudo bem?
Dia 18 - é melhor prevenir do que remediar
Eu achei esse capítulo meio hipocondríaco demais, mas a Fabiana até que tem uma certa razão quando diz que a gente tem que estar atenta à nossa saúde, buscar sempre fazer pelo menos um check-up anual, mesmo quem depender do SUS.
Um hemograma completo por ano já ajuda na busca para conferir se está tudo em ordem do lado de dentro também. Devemo estar sempre atentos aos sinais do nosso corpo, essa maquininha incrível que funciona 24 horas, 7 dias por semana.
Pequenos sinais desprezados podem ser o start de uma doença mais grave. E, se tratado no início, pode fazer uma grande diferença no resultado final.
Ela dá uma lista enorme de exames que devem ser feitos e eu achei meio grande, mas o que a gente pode tirar de aprendizado desse capítulo é que a nossa saúde é nosso maior patrimônio e acho que o único patrimônio que só depende da gente para manter em ordem.
Então, vamos ficar de olho e prestar atenção nos sinais, ok?!

#umanovamulherem30dias - dia 17

Oi, tudo bem?
Dia 17 - Elogie-se mais: você vale muito
Já estamos há 17 dias nessa maratona e sim, temos mudado muitos aspectos da nossa vida, certo?!
Mas um hábito difícil de mudar é elogiar a nós mesmos. A gente sabe que esse hábito precisa criar uma rotina para continuar, para arraigar em nossas vidas. 
É muito importante termos uma visão positiva de nós mesmos. A nossa auto estima, segundo uma psicóloga, é como um trabalho de equilibrista de circo: às vezes, estamos em cima, às vezes, estamos em baixo. Embaixo a gente já sabe como é , como é sentir-se incapaz quando falhamos, o sentimento de ser desajeitados e a nossa força diminuída.
Para voltar ao equilíbrio, precisamos sempre nos elogiar e estar atentos ao nosso real valor, nos amparando nas coisas que fazemos certo.
Lembre-se que a primeira pessoa a te admirar deve ser você mesma. E você tem, com certeza, muitos motivos para se amar, ainda que não consiga ver todos.

#umanovamulherem30dias - dia 16

Oi, tudo bem?
Dia 16 - um livro único
O convite do capítulo 16 é para lermos a Bíblia. Se você nunca leu ou conhece muito pouco, que tal aprender um pouco mais sobre o livro mais vendido do mundo?
Seja para conhecer com mais propriedade a cultura cristã, entender os lunáticos nas praças ou para simplesmente experimentar uma sabedoria diferente dos livros de auto ajuda, a Bíblia pode ser uma tremenda descoberta a partir de hoje. Já temos no mercado até Bíblia na linguagem dos dias de hoje, que facilita a leitura e compreensão dos textos tão antigos. 
Eu tenho costume de ler todo dia um pouquinho, com a ajuda de um livro devocional que sempre sugere um texto e depois tem uma historinha relacionada ao texto para gente aplicar no dia. Temos devocionais com Pão Diário, Presente Diário, Mananciais do Deserto... tem até aplicativo no celular pra esse fim. 
Não sei se quem está lendo isso é cristão, não sei se tem o hábito de ler a Bíblia ou não, mas arrisca começar a ler só para ver o que acontec…

#umanovamulherem30dias - dia 15

Oi, tudo bem?
Dia 15 - não deixe pra depois
Chegamos na metade, produção?! Aleluia!!!!
Sabe aquela eterna preguiça de deixa para amanhã, mais tarde eu faço.. isso chama-se procrastinação, o grande mal da humanidade.
A autora nos sugere que a gente faça uma lista de tudo que a gente parou, deixou pra trás ou adiou o começo e leve a sério daqui pra frente até o final do ano. 
Ela coloca 3 tópicos para gente colocar em prática:
O que eu vou recomeçar hoje: preciso terminar esse livro kkkk
O que eu vou concluir esse mês: esse livro kkkk
O que eu vou concluir esse ano: tenho a intenção de terminar a leitura de todos os ...sei-lá-quantos livros que estão estacionados ao lado da minha cabeceira... mas acho uma meta bastante audaciosa.

#umanovamulherem30dias - dia 14

Oi, tudo bem?
Dia 14 - Falar mais ou melhor

Aqui, ela fala sobre o problema da comunicação, principalmente entre homens e mulheres e a dificuldade que as mulheres têm de passar o problema para frente ou falando o tal do "não foi nada".
Para isso, ela propõe um exercício para que a gente avalie qual a nossa maior dificuldade: o que você precisa resolver e que depende de uma boa conversa? A sugestão dela é escrever num papel, ler em voz alta para ver se está claro e passar isso pra frente.
Dá licença que eu vou lá escrever umas páginas e já volto.. faz o seu aí também!

#umanovamulherem30dias - dia 13

Oi, tudo bem?
Dia 13 - Escolhas
Mais um capítulo falando sobre alimentação e sobre o mal que alguns produtos podem fazer na nossa saúde. Aqui, a Fabiana fala para gente fazer uma escolha sobre o que está nos fazendo mal e, claro, preferir nossa saúde, o nosso bem estar.
Tirar aquela coisa que você consome sempre e sabe que não te faz bem como beber álcool, fumar, comer algo nocivo, diminuir a gordura, o açúcar ou até a tal farinha branca.
Você é seu maior patrimônio, seu maior investimento; talvez não seja pra sempre, mas então ela sugere seguir os passos dos Alcoólicos Anônimos: só por hoje. E depois, e depois, um dia de cada vez.
No meu caso, acho que vou cair no trio de sempre: refrigerante, gordura e fritura. Ah, e tem o chocolate também. Mas será que eu consigo me livrar de todos eles? Sinceramente, quanto mais eu leio livro de auto ajuda para melhorar a alimentação, mudar os hábitos físicos e ganhar qualidade de vida, eu acabo ficando com mais preguiça de fazer isso. Ainda talvez por…

#umanovamulherem30dias - dia 12

Oi, tudo bem?
Dia 12 - Não se compare
Sabe aquela mania de achar que a grana do vizinho é mais verde? Que o namorado da sua amiga é mais apaixonado que o seu? Que a bunda da sua irmã tá mais no lugar do que a sua. A dica do dia é: não se compare.
A Fabiana até propõe um exercício de desapego: escreva cinco pessoas que você admira muito e com as quais se compara com inveja mesmo. Coloque o nome e motivo de comparação com sinceridade.
Analise bem suas respostas. Será mesmo que você PRECISA ser isso aí que vê na outra pessoa? Será que não existem coisas admiráveis em você mesma?
A segunda etapa do exercício é encontrar cinco fatos admiráveis sobre você. Escreva também porque as pessoas deveriam ter uma "inveja santa" sua kkkk.
O legal não ser a petulante-arrogante que se acha a última-bolacha-do-pacote, mas devemos saber reconhecer nosso valor e não ficar o tempo todo achando que o do lado tem mais que a gente, é mais feliz que a gente. 
Valorize-se!

#umanovamulherem30dias - dia 11

Oi, tudo bem?
Dia 11 - O poder da oração
Orar é uma atividade tão antiga quanto a humanidade e tão intrigante quanto ela. Podemos parar, ajoelhar, fechar os olhos e juntar as mãos ou simplesmente falar com Deus de olho aberto, sentado no busão lotado.
A ciência ainda tenta entender a importância da oração: já se sabe, por exemplo, que pessoas que oram tem pressão arterial mais baixa e o ato de orar diminui o ritmo cardíaco, que faz o sistema imunológico mais forte e resistente.
Como sou cristã há mais de 20 anos, o hábito de orar é uma coisa normal no meu dia-a-dia: não aquela oração ajoelhada, de roupa bonita, no banco da igreja mas a conversa descontraída com Deus indo pro trabalho, na hora de comprar uma roupa, quando preciso desabafar sobre alguma coisa que aconteceu.
Fato é que nem sempre a gente vê o resultado imediato porque oração não é varinha mágica, mas pra mim, a oração me acalma. Quanto estou com um problema, eu oro para buscar a "paz que excede todo entedimento" (Fp…

#umanovamulherem30dias - dia 10

Oi, tudo bem?
Dia 10 - um novo aprendizado
Aqui, a Fabiana pede para gente mudar hábitos... coisa fácil ou difícil para você?!
Seja lá qual for o hábito, tente mudar um pouquinho a partir de hoje. Geralmente, a gente faz tudo na rotina, aquela coisa marcada, sempre igual: acordar tal hora, toma café, vai trabalhar, vai almoçar, volta para casa, vai dormir.
Nesse capítulo, a autora até conta a história de uma mulher que teve uma ruptura muito grande na vida, causada por uma traição no casamento, que fez com que ela resolvesse repaginar a vida toda: voltou a se amar, a se valorizar, cuidou de si mesma e foi estudar. E, claro que por tabela, acabou reconquistando o coração do maridão.
Então, o que a Fabiana propõe é que a gente pare e analise todos os nossos hábitos e rotinas e dê uma repaginada em cada hábito que a gente tem: voltar a estudar, voltar a cuidar do corpo, da alimentação, fazer exercícios (ela é meio obcecada com isso, né?! Quantas vezes ela já falou sobre isso nos primeiros 10 …

#umanovamulherem30dias - dia 9

Oi, tudo bem?
Dia 9 - perdoe para se libertar
Teminha complicado até porque é um item que pega muito em mim. 

A autora fala sobre a gente dar o perdão e entregar para Deus nossa mágoas e frustrações e também para aceitarmos o perdão que, muitas vezes, é mais difícil ainda porque a gente apronta, a pessoa perdoa e mesmo assim, continuamos a carregar aquela culpa eterna, sendo que a pessoa ofendida já te perdoou faz tempo.

Mas eu tenho que admitir que agora pegou em um calo no meu pé. Eu não quero entrar em detalhes aqui porque eu sempre procurei manter uma certa privacidade no blog sobre tudo da minha vida, sem dar nomes ou locais ou situações específicas, mas esse item é muito complicado mesmo para mim.
Sinceramente, não sei se consigo colocar esse capítulo em prática na minha vida... aliás, acho que ainda não coloquei nenhum capítulo em prática para valer na minha vida... acho que o livro não está sendo muito produtivo, até porque nem teve muita repercussão aqui... sei lá, só estou escrev…

#umanovamulherem30dias - dia 8

Oi, tudo bem?
Dia 8 - vamos pular
Não, não é a música de Sandy e Júnior... Mas, retomando a ideia do dia 3, ela volta a bater na tecla de que a gente precisa se exercitar, não pra virar a musa Fitness do momento ou ter o abdomen negativo do instagram, mas para ter qualidade de vida.
Então, lá vamos nós de novo para a sagrada ladainha de 30 minutos de caminhadas diárias para melhorar o condicionamento físico. É, isso vai ter que entrar na jogada de qualquer jeito.
Eu estou me sentindo muito mal com a falta disso, mas confesso que a preguiça de manha me mata para sair da cama.
Tomara que, a partir de amanhã, eu consiga fazer pelo menos isso para dar uma melhoradinha.. até porque meu joelho está começando a doer.

#umanovamulherem30dias - dia 7

Oi, tudo bem?

Dia 7 - Aprenda a dizer não

Uma lição difícil é aprender a dizer não. Às vezes, queremos abraçar o mundo, fazer tudo ao mesmo tempo para agradar a tudo e a todos e acabamos nos sobrecarregando e até mesmo fazendo as coisas sem muita vontade ou disposição, só para não ficar chato.
Não tenho muito a falar sobre esse capítulo porque, com certeza, eu não sei falar não. Estou sempre em busca de acumular trabalho, afazeres e acabo por me sobrecarregar tanto que fico sem fazer tudo que preciso. Muitas vezes, faço o que não preciso e o urgente fica para depois.
Aprender a falar não é muito difícil; de primeira, parece impossível. Mas, como a prática leva a perfeição, vamos começar a praticar e ver no que dá?!


Vamos fazer a diferença?

Oi, tudo bem?
Uma breve pausa na maratona #umanovamulherem30dias para falar de um tema que eu amo: trabalho voluntário.
No último final de semana, tive a incrível oportunidade de participar de um congresso sobre missões transculturais na minha cidade. Foi uma experiência extremamente enriquecedora e, por isso, quero compartilhar aqui.
As apresentações foram feitas pelo Edinho Modesto, da ong Instituto Kaleo. Kaleo em grego significa chamado para uma missão. O Instituto Kaleo é uma organização não governamental sem fins lucrativos que atua em diversos países ao redor do mundo, inclusive no Brasil,  no desenvolvimento humano através de ações voluntárias voltadas para educação e saúde. Essa proposta nasce da necessidade de dar a oportunidade de ação, através do voluntariado, em resposta as necessidades humanas. A mensagem da ong é mostrar o potencial transformador de vidas e realidades colocado por Deus em nós, que nos permite seguir nosso KALEO (chamado), irrecusável e intransferível, na c…

#umanovamulherem30dias - dia 6

Oi, tudo bem?
Dia 6 - Um ser espiritual
Neste capítulo, a Fabiana fala da parte espiritual que a gente tem que valorizar mais. Eu achei legal a abordagem do livro, uma vez que ela não direcionou o texto para nenhuma religião específica - apesar de ter falado sobre a sua própria crença em Jesus Cristo, Deus e bíblia. Talvez isso tenha ocorrido pelo livro ser publicado por um selo secular.
Para mim, a parte espiritual é essencial na vida; acho muito importante buscarmos a tal "paz que excede todo entendimento" que é citada na Bíblia; isso é muito importante durante o dia quando a gente passa por algum problema, alguma dificuldade: de alguma forma, a gente tem um conforto diferente quando temos fé.
Muitas vezes, existem muitas brigas por causa de religião. "Ah, você acredita nisso", "ah, você acredita naquilo"... mas todos são unânimes em dizer que é necessários termos fé, crença, ser crente em alguma coisa maior. O resultado final da sua crença, aí sim são outr…

#umanovamulherem30dias - dia 5

Oi, tudo bem?
Dia 5 - Um ser intelectual ou bestial

Eis que chega um capítulo para me identificar. Aqui, a Fabiana fala sobre o potencial que as mulheres tem e que, muitas vezes, é gasto em futilidades ao invés de coisas importantes.
Dizem até que as mulheres já poderiam ter dominado o mundo, se não demorassem tanto para escolher a roupa e o sapato hehehe.
Nesse capítulo, ela nos instiga a sermos seres inteligentes, com assuntos mais profundos do que o look do dia de tal blogueira ou quem largou quem no mundo dos famosos.
E, graças a Deus, nessa parte estou tranquila. Sempre fui apaixonada por jornalismo e gosto de saber sobre tudo.
Conforme minha propaganda no dia 2, eu consigo conversar sobre quase tudo e, modéstia a parte, me acho bem inteligente.
No final do capítulo, ela nos propõe uma lista das coisas úteis que nos deixam mais inteligentes e das coisas inúteis que roubam nosso tempo e não agregam nada.
Com certeza minha escolha será... diminuir meu tempo no Facebook. E a sua?

#umanovamulherem30dias - dia 4

Oi, tudo bem?
Dia 4 - E viveram felizes para sempre, até que...
E lá vamos nós falar de relacionamentos. Sim, porque seja entre família, amigos ou namorado/noivo/marido, a saúde dos nossos relacionamentos são parte importante do nosso bem estar.
Achei muito legal esse capítulo porque ela cita estudos sobre as causas dos casamentos caírem na rotina, quais as possíveis falhas que podem causar isso e de onde vem nossas referências emocionais.
Pelo que li das citações que faz do livro Insegurança no Amor, da autora Leslie Becker-Phelps, meu perfil de apego emocional é o indiferente: são aquelas pessoas que minimizam ou disfarçam os sentimentos para não se sentir vulnerável. Nos orgulhamos e valorizamos a nossa independência e não costumamos ter muita paciência para lidar com o outro. 
Com essas citações muito interessantes, somo encorajadas a olhar os nossos defeitos e o que precisamos mudar, ao invés de ficar sentada na varanda esperando o príncipe encantado chegar.
No meu caso, o príncipe já …

#umanovamulherem30dias - dia 3

Oi, tudo bem?
Dia 3 - meu corpo, meu templo
Esse dia vai falar de como a gente tem que cuidar melhor da nossa saúde, já que está comprovado que toda mulher sempre acha que precisa perder 2 ou 3 quilinhos aqui e ali, mesmo que todo mundo diga o contrário.
O que a Fabiana propõe é que a gente repense todos os nossos hábitos alimentares, hábitos das práticas de atividade física, nosso sono e veja o que precisamos mudar. E a desculpa de falta de tempo não vai colar dessa vez! Ela até cita um autor, Kenneth H. Cooper, que diz que "quem não tem tempo para se exercitar, terá que arrumar tempo para ficar doente".
Isso acaba voltando ao primeiro dia, quando ela disse pra gente anotar tudo que a gente queria mudar e esse é, por coincidência, um dos pontos que eu realmente preciso mudar no meu dia-a-dia.
2) Sedentarismo E não é só em atividade física... Então...eu tenho mente de gorda. Eu sempre comi muito, muito mesmo e nunca engordei. Aliás, fazia dieta para engordar na adolescência, com ve…

#umanovamulherem30dias - dia 2

Oi, tudo bem?

Dia 2 - Eu me amo, eu me amo, não posso mais viver sem mim

Em um mundo onde a baixa auto-estima acaba sendo ligada à humildade, admitir nossas qualidades não costuma ser tão comum quanto reconhecer nossos defeitos.

Uma vez ouvi dizer que você pode sair linda e receber 9 elogios; se o décimo comentário foi negativo, de nada valeram os outros 9 porque você só vai se lembrar do último, certo?!

A fim de melhorar a nossa auto imagem, deixe a humildade de lado um pouquinho e liste 10 qualidades suas.

Hum... tarefa difícil para uma pessoa como eu porque, de uns tempos para cá, talvez por estresse ou por outro motivo que não descobri ainda, tenho desconfiado que minha auto estima anda em baixa.

Então, com muito custo, vou ter que rever as minhas qualidades esquecidas por aí:

1) Me acho bem humorada, quando tenho disposição pra isso

2) Sou responsável

3) Sou trabalhadora

4) Sou muito preocupada com as pessoas ao meu redor

5) Gosto de ajudar

6) Acho que escrevo muito bem

7) Me ac…

Tag - Viciadas em música

Oi, tudo bem?

A Mila, do Achados da Mila, me tagueou dia 21/8 e só agora eu consegui fazer a tag... #vergonha.

Antes tarde do que nunca...hehehe.

Vamos a seleção?

1) Uma música romântica



2) Uma música que te define
Na atual fase hehehehe


3) Qual música não saí da sua cabeça?


4) Uma música que, quando ouve, chora


5) Qual a sua música predileta no momento?


6) Que música não consegue gostar?
Qualquer uma de funk...nem precisa listar aqui né?!

7) Cite um trecho de sua música favorita
Acredita nesse amor maior que sofreu até morrer para te salvar...




8) Sua música predileta brasileira
Tivemos o mesmo gosto hehehe


9) Abra seu player aleatório e diga qual é a quinta música

Fiquem à vontade para copiar a tag, ok?!

E muito obrigada pela indicação, Mila!




#umanovamulherem30dias - dia 1

Oi, tudo bem?
Começando a maratona #umanovamulherem30dias em 3, 2, 1...
A atividade do dia 1 é nos levar a refletir sobre quem somos: olhar no espelho da alma e tentar fazer uma reflexão sobre quem você é hoje, suas frustrações e o que precisa mudar com urgência. O momento de começar a se refazer é agora, quando podemos analisar nossos pontos fracos e focar no que pode ser feito.
Começo difícil, hein?! Praticamente, fazer uma sessão de análise por conta própria. Eu sou perfeccionista ao extremo, então dá para imaginar a lista gigantesca de coisas que quero mudar em mim e não consigo, né?!
1) Temperamento Eu sou muito difícil. Difícil mesmo. E acho que, no fundo, sou assim porque a imagem de mulher dura na queda, daquelas turronas de livro de banca de jornal, acaba por ser mais valorizada por ai do que a imagem da mulher doce e delicada. A minha delicadeza beira à de uma elefanta dentro de uma loja de cristais... deu para imaginar?! E eu sei que no fundo, bem no fundo, eu posso ser mais cal…

Maratona - Uma nova mulher em 30 dias

Oi, tudo bem?
Mais um livro à vista... mas este aqui vem com um propósito para 30 dias e quero tentar compartilhar cada capítulo aqui - desculpem começar a postagem no dia 4 aos invés do dia 1, mas tinha muito post atrasado para entrar no ar.
O livro Uma nova mulher em 30 dias da blogueira e jornalista - e esposa e amiga e cristã e várias outras qualidades - Fabiana Bertotti, chega às livrarias com o objetivo de nos incentivar a sermos pessoas melhores.
Partindo de uma experiência reflexiva em um velório, ela nos leva a refletir sobre o que podemos começar a mudar hoje para melhorar nosso amanhã.
Obviamente, as mudanças não acontecem da noite para o dia como a própria Fabiana nos alerta na introdução, mas aos poucos podemos causar grandes diferenças em nossa rotina e nossos hábitos.
Uma vez, eu ouvi uma frase que dizia "O diabo não tem nada contra seus planos e sonhos.. desde que eles sejam para amanhã".
A partir dessa leitura, quero tentar fazer uma maratona aqui, colocando os tó…

Resenha - Lágrimas e Sorrisos

Oi, tudo bem?
Já faz um tempinho que não coloco uma resenha por aqui, né?! Mas o livro a seguir merece lugar de destaque na estante e no coração.
Estou falando do livro Lágrimas e Sorrisos, da autora Anneke Companjen. Link para compra aqui.
Anneke é a esposa de Johan Companjen, presidente emérito da Portas Abertas - agência de apoio à missionários ao redor do mundo. Antes de se unirem à Portas Abertas, ambos trabalharam como missionários no Vietnã. Acompanhando seu marido em visitas à Igreja Perseguida, ela teve oportunidade de conhecer histórias únicas de força, garra e fé que somente mulheres poderiam protagonizar.
Para quem acompanha o blog ou as minhas postagens no Facebook, sabe o quanto sou apaixonada por missões e por conhecer outras histórias, culturas e realidades além do nosso pequeno umbigo gospel brasileiro.
Para nós que temos o privilégio de vivermos em um país laico, com liberdade religiosa para exercemos nossa fé da forma como quisermos, esse livro vem como um soco no estôma…

#ProjetoCasa - Os móveis

Oi, tudo bem?


Com o #ProjetoCasa chegando na reta final e a #OperacaoCasamento chegando à sua conclusão, começamos a pesquisar os móveis para nosso novo cafofo.
Já tínhamos em mente que deveríamos comprar o jogo de quarto e o garoto fazia questão de comprar o sofá da sala que tinha que ser exatamente do jeito que ele queria; os demais itens foram para a lista de casamento.
Até que não precisamos pesquisar muito.. acho que foram uns 2 ou 3 finais de semana e tudo estava comprado...e o melhor: graças a Deus, conseguimos fazer uma boa economia e pagamos tudo à vista.
A cama - queen, do gosto do garoto - compramos em um fornecedor aqui perto. Loja de fábrica no shopping e o vendedor nos fez um bom desconto à vista. A cama tem até cheirinho de lavanda. O modelo é mais ou menos esse aí, mas por enquanto estamos sem cabeceira - muito cara!


O sofá veio de uma loja da cidade mesmo, também fabricante, que o garoto sabia que estava em promoção. Aliás, em ano de crise do governo Dilma, tudo está em su…