sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Spin off #operacaoCasamento - A saga do presente misterioso!

Oi, tudo bem?

Finalmente, posso contar!!! Enfim, o tal presente misterioso chegou! Na verdade, não era misterioso para mim porque eu sabia o que era. Mas o drama foi tanto para o abençoado presente chegar que eu tinha que fazer isso virar um post!

Tudo começou em agosto quando fomos convidar os padrinhos. Infelizmente, não tinha nenhuma loja na minha cidade que fizesse lista de casamento física com tanta antecedência - na verdade, praticamente não existe mais nenhuma loja que faça lista de casamento física.

Então, tivemos que procurar opções virtuais para fazer a nossa lista de presente porque a minha decoradora - que fez o papel de assessora em muitos momentos - me disse que era bom já ter uma lista prévia de presentes para facilitar a vida dos padrinhos, uma vez que os presentes de padrinhos costumam ser mais caros. E vamos combinar que, nos dias de hoje, todo mundo precisa se planejar para gastar um pouquinho - que dirá para gastar com presente de casamento.

Pesquisei, procurei, googlei muito e nada. Só achei dois sites que faziam a lista de casamento com tamanha antecedência - CasasBahia.com e PontoFrio.com. Pesquisando no ReclameAqui.com, descobri que o PontoFrio.com não tinha uma boa nota comparado com o site da CasasBahia.com. Além disso, uma amiga minha que se casou em agosto fez a lista no site da CasaBahia.com e falou super bem. Então, fechamos nossa primeira lista lá!

Depois, conseguimos fazer lista no site da Americanas.com e no Querodecasamento do Magazine Luiza.

Só que teve uma madrinha, U-M-A MADRINHA, que resolveu nos presentear com a geladeira no site da CasasBahia.com.

Até aí, tudo bem. O presente estava lá no site, o regulamento me dizia que eu teria até 45 dias após a data do casamento para decidir se queria entregar o presente ou converter em vale-compras e, por isso, aguardei até o início de janeiro para fazer a entrega, porque daí o #ProjetoCasa estaria realmente terminado e pronto para receber os móveis.

#sqn

Em 31 de dezembro, às 17h38, recebi um email do site da CasasBahia.com dizendo que meu presente tinha sido convertido em vale-compras. Lógico que não consegui falar com ninguém no dia - era véspera de final de ano, né?! - e nem no dia seguinte que era feriado. E nem no outro dia seguinte que era sábado e muito menos no domingo. Só na segunda feira, consegui falar naquela porcaria de 0800 deles com uma atendente que falava de dentro de um poço e que me disse que eu não tinha o que reclamar porque o site tinha feito a conversão por conta própria por causa da Emenda Constitucional 87/2015 que prevê uma alteração no cálculo de ICMS entre produtos que vão tramitar entre Estados, a partir de 1º de janeiro de 2016.



Então vamos lá: 

nº1) a tal Emenda não diz nada sobre produtos pendentes de entrega em listas de casamento - acredito que o regulamento da lista que está publicado no site deveria ter algum valor, correto?!

nº2) O depósito da empresa é em São Paulo e a entrega seria feita no interior de São Paulo, o que não implica transações interestaduais. Por isso, não haveria alterações no cálculo do ICMS e não tinha o porquê fazer essa conversão.

nº3) Não recebi nenhum email avisando dessa alteração e nem fui consultada previamente. Simplesmente fizeram o que quiseram com o MEU PRESENTE sem nem me consultar e querem que eu pague o pato?!

nº4) Interessante verificar que minha lista no site da Americanas.com tinha muito mais presentes pendentes de entrega e nenhum foi convertido em vale. 

Imaginem como comecei meu ano super feliz de ter que ir no Procon para me informar sobre os meus direitos! Só que o que eu descobri foi que o Procon da minha cidade funciona igual o nariz da presidente, porque fomos super mal atendidos e ninguém soube nos explicar direito até onde valiam nossos direitos e se realmente valeria a pena comprar essa briga.

Para ajudar, até ficou uma situação chata porque a gente ia ter que pedir um monte de documento pessoal dos padrinhos para regularizar a situação. Até podíamos ter contado com a ajuda deles porque ela é é advogada, mas sabe como é né?! Enquanto os demais padrinhos me mantinham informada sobre todo o processo de compra e entrega dos presentes - porque a maioria foi compra on line - eles são mais distantes da gente e, só depois que a novela terminou, ela veio perguntar se precisávamos de ajuda, se o problema tinha sido resolvido, se o produto tinha sido entregue.

Por fim, tivemos que pagar a senhora diferença de $ 646,00 para conseguir que a geladeira fosse entregue em casa. Claro porque o produto foi comprado em agosto e o valor atual era beeeem maior. Interessante, né?!

Não bastasse essa pequena novela, ainda teve a novela da entrega. Quinze dias úteis para entrega! Todos os produtos dos demais sites também estipularam um prazo longo de entrega, mas todos - TODOS SEM EXCEÇÃO - chegaram beeeeem antes do prazo.

Só a geladeira que não.

Era para chegar dia 25. Não chegou.

Era para chegar dia 26. Não chegou.

Era para chegar dia 27. Não chegou.

Era para chegar dia 28... chegou aos 45 do 2º tempo.

Nesse processo de entrega, realmente tenho muito a agradecer a atenção extremamente rara que recebi da atendente Gabriela, da G9 Transportes. Ela foi a única pessoa nesse processo todo que conversou comigo igual gente no telefone. Ela me informou todo o processo de entrega e me garantiu que o produto seria entregue até o final da semana. E foi! 

Não faço a menor ideia de quem seja essa Gabriela, mas quero deixar aqui meu enorme agradecimento e parabéns pelo profissionalismo e atenção! Até mandei um email na empresa parabenizando-a pelo atendimento excelente, sem igual!

E vamos comemorar que ela chegou! Glória a Deus que cuidou de tudo!



7 comentários:

Paula disse...

que sufoco! e que bom que no fim deu tudo certo. nem sabia que vc ia casar. felicidades! que tudo continue a dar certo pra vcs. posso só fazer uma observação? achei meio feio o jeito que vc falou do sotaque nordestino. me pareceu pejorativo. infelizmente esses serviços de call center são péssimos, independente de onde estejam localizados. eu mesma passei o maior perrengue desde o dia 3 desse mês para resolver um problema com a Oi. vários atendentes de todo brasil, com essa voz de poço que vc disse, me prometiam mil soluções e nada nunca se resolvia (até ontem, quase 1 mês depois).

Nana disse...

Oi Paula td b? No tive intenção de ofender o sotaque. Tenho vários amigos de lá e acho uma terra linda. Só acho q eh falta de profissionalismo da empresa colocar o call center tal longe de onde são vendidos os produtos. Os coitados dos atendentes são mal treinados e nunca sabem passar a informação correta, só repetindo informações igual robôs. Bj e fk c Deus.

Micha Descontrolada disse...

Nossa, que situação chata. Mas ainda bem que enfim foi resolvida, apesar de terem que pagar essa diferença absurda de preço.

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ

Danielle Marques disse...

olá nana! sou nordestina, e senti uma pontinha de mal estar com a declaração do sotaque... mas nada que me faça perder a admiração enorme por vc. vou lhe fazer a mesma pergunta, pois vi que ainda não me respondeu: as pessoas que vc cita aqui no blog, lêem o que vc escreve? ou vc faz daqui um mundinho secreto só seu? percebi que vc não responde os comentarios, é alguma norma, pq sinto que os comentarios aproximam a gente, pq rola uma troca de ideias, mesmo que seja de tão longe. um super beijo, e apesar do transtorno, o presente é lindo!

Nana disse...

Oi Danielle td b? Desculpa não ter respondido antes...realmente não tenho o costume de responder comentários pq nunca tanta visita assim kkkk estou me acostumando ainda com o retorno das pessoas que lêem meu cantinho.
A maioria das pessoas próximas a mim sabem que o blog existe, mas n sei se acompanham. Eu procurou não citar nomes ou lugares por questão de segurança e privacidade mesmo.
Quanto ao comentário do sotaque, a Paula já tinha falado sobre isso e eu até respondi que o problema não era o sotaque mas o fato da empresa contratar um call center tão longe do local da compra e não treinar bem as atendentes.
Obrigada pela visita!

Bigos disse...

oi nana, estou respondendo pelo perfil de meu marido! aaah, logo vi que houve uma mal entendido, vc jamais diminuiria mesmo uma classe; uma pessoa com sua profundidade,nao pensaria tao mal de nos :)
e quando falo nas pessoas que vc cita, tipo, o garoto, a madrinha do presente, eles não ficam chateados? fico surpresa, pq vc nao tem medo, e acho isso muito forte de sua parte, e me faz sentir lendo um diario super real de uma garota super hiper especial. um super beijo, Daniele.

Nana disse...

Danielle:
Ufa, ainda bem que fui compreendida... Sobre as pessoas, geralmente escrevo aqui o que falo ao vivo... em relação à madrinha, eu realmente conversei com ela sobre tudo o que aconteceu e ficou bem esclarecido. Acho que quando falamos com educação e respeito, podemos falar nossas opiniões sem ofender ninguém.
Quanto ao garoto, acabei deixando esse apelido por aqui porque foi a forma que eu o apresentei no blog, por ele ser mais novo. Sem problemas!