Pular para o conteúdo principal

Eu ainda não cresci

Oi, tudo bem?

Ontem, tive uma intoxicação alimentar daquelas bravas. Do tipo que te deixa com medo de comer por alguns dias - sim, sou dessas.

Na verdade, eu estava mal desde a semana passada... Acho que andei exagerando nos doces e chocolates e comi molho demais. Deveria ter passado o final de semana na base da sopinha que mammy fez, mas acabei relaxando quando percebi melhora e cai doente ontem à tarde.

Dor de cabeça, dor de estomago, dor de barriga. Deu um pouco de ânsia, mas só porque eu forcei a barra para ver se conseguia expulsar tudo de ruim que estava no meu corpo.

O coitado do garoto até que cuidou bem de mim: foi na casa da mãe dele buscar boldo e ela fez chá pra mim e eu tomei 3 copos diretos; ele colocou compressa fria na minha testa para minimizar a dor de cabeça e me fez companhia até eu dormir. 

Mas eu senti muita falta da minha mãe...

Sei lá, mãe é mãe né?! Ela sabe cuidar melhor, ela tem mais paciência, ela sabe exatamente o que fazer na hora que tem que fazer. O garoto cuidou bem de mim, mas eu admito que fiquei o tempo todo querendo minha mãe.

Só que a vida segue né?!E mammy estava em uma festa de aniversário ontem e eu não queria atrapalhar o divertimento dela. Então, aguentei as pontas e me virei como pude com o garoto.

Hoje, estou um pouco melhor mas ainda estou com medo de comer. Já marquei neurologista porque acho que vou ter que voltar à tratar da enxaqueca. E estou tentando marcar um gastro para dar um check up no sistema digestivo.

Por favor, orem por mim e pela minha saúde.

Comentários

Eita, melhoras.
Confesso que achei engraçado você estar casada e chamando ele de garoto.

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ
Aline Dias disse…
olá amore! Quando estou doente também me acabo de saudades da casa de minha mãe hahaha! Carinho e colo de mãe são realmente insubstituíveis, mas desejo de coração que tudo já esteja melhor e cuidado com a alimentação tá? haha www.minhanegracor.com
Kari disse…
Que coragem de tomar chá de boldo :(. Eu nunca consigo.
Nada como a mãe quando a gente está doente. A sensação de segurança, de estar com alguém que tem um amor incondicional por você, acho que nunca nada vai ser igual mesmo.
Beijos e melhoras!
Teca Machado disse…
Ixi, melhoras para você!
E chá de boldo me lembra a infância, tenho horror, hahahaha.
:P
Mas a gente cresce, não se preocupe.
Uma hora para de querer a mãe e se torna mãe.
:)

Beijoooos

www.casosacasoselivros.com
Ana Paula disse…
kkkk na verdade, é o apelido que acabei dando para ele aqui para não precisar ficar citndo nomes.
Ana Paula disse…
Estou me policiando melhor. Obrigada!
Ana Paula disse…
Boldo não é nada legal!
Bj e fk c Deus
Nana
http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com
Ana Paula disse…
Torna mãe acho difícil kkkk mas estou me virando melhor. Obrigada!

Postagens mais visitadas deste blog

Tag de tudo um pouco

Oi, tudo bem?
A Mila me indicou nessa tag e eu amo participar de blogagens coletivas e tags, então... vamos lá:
Regras Deve indicar 11 blogs com menos de 500 seguidores; Colocar o selo da Tag; Colocar os créditos ao blog Atrás da Penteadeira; Colocar o blog que te indicou.


Perguntinhas 1- Qual seu estilo musical preferido? Boa pergunta...geralmente, gosto do que está tocando no rádio..se for pop rock, melhor ainda.
2- Qual peça de roupa é sua queridinha no momento? Meus shortinhos de calor, fresquinhos e floridos para ficar em casa de bobeira.
3- Qual de seus esmaltes é o mais divo? Marca e cor. Babado Forte, da linha Color Trend da Avon
4- Shorts ou saia? Por quê? Sempre shorts, não muito curto. Saia só se for longa.
5- Cabelo liso ou cacheado? Sempre cacheado
6- Salto ou sapatilha? Depende da ocasião.
7- Brigadeiro ou sorvete? No verão, um bom picolé de limão. No inverno, o brigadeiro de panela é imbatível.
8- Doce ou salgado? Depende do humor do meu estômago.
9- Como você define seu estilo? Casual.
10- Você…

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…

Retrô 2016 - O ano!

Oi, tudo bem?
Último dia do ano, não podia faltar né?! Retrô 2016!!! "O" ano! O ano que virei gente grande, casei, virei "mãe" e nem atualizei tanto o blog porque a vida foi bem movimentada.
Mas ainda temos alguns registros aqui e lá vamos nós para relembrar:
1) Comecei o ano na igreja, com um baita crise de choro por saber que era minha última virada solteira. Tivemos a saga da #operacaocasamento com todos os preparativos descritos a cada cinco dias. E claro, com direito à um spin-off  sobre o presente misterioso.
2) Se 2016 foi "O" ano, Fevereiro foi "O" mês: mês do casamento, da lua de mel, do início da vida de casada.
3) Eu já estava com "tlinta e tlês" anos e já era uma senhora casada, sofrendo para aprender administrar tanta novidade junto. 
4) Abril foi o mês dos "primeiros": primeira tentativa de adotar uma "filha", primeiro acidente doméstico, primeira intoxicação sem ajuda de mammy. Ufa, eu sobrevivi!
5) Maio foi…