Pular para o conteúdo principal

Eu ainda não cresci

Oi, tudo bem?

Ontem, tive uma intoxicação alimentar daquelas bravas. Do tipo que te deixa com medo de comer por alguns dias - sim, sou dessas.

Na verdade, eu estava mal desde a semana passada... Acho que andei exagerando nos doces e chocolates e comi molho demais. Deveria ter passado o final de semana na base da sopinha que mammy fez, mas acabei relaxando quando percebi melhora e cai doente ontem à tarde.

Dor de cabeça, dor de estomago, dor de barriga. Deu um pouco de ânsia, mas só porque eu forcei a barra para ver se conseguia expulsar tudo de ruim que estava no meu corpo.

O coitado do garoto até que cuidou bem de mim: foi na casa da mãe dele buscar boldo e ela fez chá pra mim e eu tomei 3 copos diretos; ele colocou compressa fria na minha testa para minimizar a dor de cabeça e me fez companhia até eu dormir. 

Mas eu senti muita falta da minha mãe...

Sei lá, mãe é mãe né?! Ela sabe cuidar melhor, ela tem mais paciência, ela sabe exatamente o que fazer na hora que tem que fazer. O garoto cuidou bem de mim, mas eu admito que fiquei o tempo todo querendo minha mãe.

Só que a vida segue né?!E mammy estava em uma festa de aniversário ontem e eu não queria atrapalhar o divertimento dela. Então, aguentei as pontas e me virei como pude com o garoto.

Hoje, estou um pouco melhor mas ainda estou com medo de comer. Já marquei neurologista porque acho que vou ter que voltar à tratar da enxaqueca. E estou tentando marcar um gastro para dar um check up no sistema digestivo.

Por favor, orem por mim e pela minha saúde.

Comentários

Eita, melhoras.
Confesso que achei engraçado você estar casada e chamando ele de garoto.

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ
Aline Dias disse…
olá amore! Quando estou doente também me acabo de saudades da casa de minha mãe hahaha! Carinho e colo de mãe são realmente insubstituíveis, mas desejo de coração que tudo já esteja melhor e cuidado com a alimentação tá? haha www.minhanegracor.com
Kari disse…
Que coragem de tomar chá de boldo :(. Eu nunca consigo.
Nada como a mãe quando a gente está doente. A sensação de segurança, de estar com alguém que tem um amor incondicional por você, acho que nunca nada vai ser igual mesmo.
Beijos e melhoras!
Teca Machado disse…
Ixi, melhoras para você!
E chá de boldo me lembra a infância, tenho horror, hahahaha.
:P
Mas a gente cresce, não se preocupe.
Uma hora para de querer a mãe e se torna mãe.
:)

Beijoooos

www.casosacasoselivros.com
Ana Paula disse…
kkkk na verdade, é o apelido que acabei dando para ele aqui para não precisar ficar citndo nomes.
Ana Paula disse…
Estou me policiando melhor. Obrigada!
Ana Paula disse…
Boldo não é nada legal!
Bj e fk c Deus
Nana
http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com
Ana Paula disse…
Torna mãe acho difícil kkkk mas estou me virando melhor. Obrigada!

Postagens mais visitadas deste blog

Tag de tudo um pouco

Oi, tudo bem?
A Mila me indicou nessa tag e eu amo participar de blogagens coletivas e tags, então... vamos lá:
Regras Deve indicar 11 blogs com menos de 500 seguidores; Colocar o selo da Tag; Colocar os créditos ao blog Atrás da Penteadeira; Colocar o blog que te indicou.


Perguntinhas 1- Qual seu estilo musical preferido? Boa pergunta...geralmente, gosto do que está tocando no rádio..se for pop rock, melhor ainda.
2- Qual peça de roupa é sua queridinha no momento? Meus shortinhos de calor, fresquinhos e floridos para ficar em casa de bobeira.
3- Qual de seus esmaltes é o mais divo? Marca e cor. Babado Forte, da linha Color Trend da Avon
4- Shorts ou saia? Por quê? Sempre shorts, não muito curto. Saia só se for longa.
5- Cabelo liso ou cacheado? Sempre cacheado
6- Salto ou sapatilha? Depende da ocasião.
7- Brigadeiro ou sorvete? No verão, um bom picolé de limão. No inverno, o brigadeiro de panela é imbatível.
8- Doce ou salgado? Depende do humor do meu estômago.
9- Como você define seu estilo? Casual.
10- Você…

Resenha - Melhor do que comprar sapatos

Oi, tudo bem?
Segundo livro do ano.. em março #vergonha.
Arrisquei no título Melhor do que comprar sapatos, da Cristiane Cardoso, publicado pela Editora Unipro.
Não sei se você já ouviu falar dela: filha do bispo Edir Macedo (já torceu o nariz?), casada com o Renato Cardoso, é apresentadora do Escola do Amor na Rede Record (torceu o nariz de novo?).
O livro, segundo o site da Livraria Cultura, não é simplesmente uma coletânea de artigos sobre a essência da mulher. O objetivo de sua autora, Cristiane Cardoso, é ir além e promover a transformação real do leitor, de dentro para fora. Sabendo que mudanças não acontecem da noite para o dia com a simples leitura de um livro, Cristiane aborda temas de importância para toda mulher. E todos esses temas apontam para o fato de que é preciso enxergar a vida mudando a nossa perspectiva. A partir dessa atitude, a autora defende que é possível ser uma mulher melhor em todos os sentidos. Como lidar com seus problemas? Quando um relacionamento funciona? C…

Fim

Oi, tudo bem?
Em 13 de janeiro de 2005, comecei um humilde blog (ainda no dominio zip.net da UOL) que viria durar mais de dez anos e contar com quase cem mil visualizações. Não sei se são números expressivos para alguns, mas para mim, são demais!!!!
Fiz muitos amigos (virtuais e reais) e pessoas especiais entraram na minha vida por causa desse blog. Conselhos, piadas, dicas... compartilhamos muitas coisas desde 2005.
Nestes mais de dez anos, muita coisa aconteceu. Eu mudei muito, mais muito mesmo, daquela garota de 2005: altos e baixos. Perdi, ganhei. Vivi pequenas e grandes vitórias. Sofri pequenos e grandes tombos. Realizei sonhos – alguns que eu nem imaginava realizar. Cresci em todos os setores: pessoalmente, profissionalmente e fisicamente (mais pros lados do que pra cima hehehe). E compartilhei tudo que foi possível pelos blogs, pela escrita. 
Mas, de uns tempos pra cá, as redes sociais como um todo tem me chateado muito e, particularmente por alguns episódios que tive que presencia…