Pular para o conteúdo principal

Postagem Coletiva Maio – Projeto Escrita Criativa

 Oi, tudo bem?

Tentando colocar as postagens coletivas em dia, lá vamos nós para o tema de maio (#atrasado) do Projeto Escrita Criativa: Um dia em silêncio.

Adorei o tema. Adorei mesmo. Porque amo ficar em silêncio. Amo a solidão. Meus melhores textos e minhas melhores ideias surgem quando estou sozinha, quando fico em silêncio e consigo refletir sobre tudo que está se passando na minha mente.

Ontem mesmo, na aula da escola bíblica que foi sobre o livro de Cantares (ou Cântico dos Cânticos, o livro mais romântico da Bíblia...leiam e confiram), o professor disse que quem ama aprecia a companhia do outro e não gosta de ficar sozinho. Discordo, discordo plenamente.

Eu amo a companhia do garoto; gosto de estar com ele e compartilhar com ele muitas coisas. Mas tem coisas que são só minhas; tem momentos que são só meus. E meu silêncio é muito valioso para ser compartilhado. Não acho que isso é egoísmo, muito menos acho que isso significa que não compartilho minha vida com ele. Só acho que é importante manter a minha identidade, o meu eu, mesmo dentro de um relacionamento.

Adoro momentos quando chego em casa sozinha, preparo minha xícara de chá e me deito na cama ou sento no sofá para ler um bom livro, ver um episódio de uma série querida, ou simplesmente ficar lá, saboreando o líquido quentinho... em silêncio!

Lógico que o mundo em volta está em silêncio, mas a minha mente está a milhão: ideias, pensamentos, textos construídos quase que por completo só no pensamento. Queria saber como os budistas conseguem atingir o tal do nirvana e esvaziar a mente completamente porque eu não consigo fazer isso mesmo! Eu estou mais para aquela cena do Comer, Rezar e Amar que ela tenta meditar e não consegue esvaziar a mente de jeito nenhum kkk

Mas só o fato do resto do mundo ao meu redor estar em silêncio já me ajuda muito. Costumava ser daquelas que se concentravam no meio de um desfile de banda marcial; acho que a idade deixou meus neurônios preguiçosos porque, ultimamente, preciso mesmo de tempo e silêncio e muita concentração para escrever ou ler. Tem uma pesquisa que fala sobre isso, sabia?! Dizem que nossa geração é a mais bem informada por causa de todo o excesso de tecnologia e acesso à informação que temos. Mas que isso nos fez também a geração que menos produziu conteúdo científico relevante para a humanidade; isso porque estamos sempre eufóricos, absorvendo um pouco de tudo e nunca muito de um pouco só e, assim, nosso conhecimento fica raso, sem profundidade.

Por isso, um dia de silêncio é tão importante e valioso.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…

Retrô 2016 - O ano!

Oi, tudo bem?
Último dia do ano, não podia faltar né?! Retrô 2016!!! "O" ano! O ano que virei gente grande, casei, virei "mãe" e nem atualizei tanto o blog porque a vida foi bem movimentada.
Mas ainda temos alguns registros aqui e lá vamos nós para relembrar:
1) Comecei o ano na igreja, com um baita crise de choro por saber que era minha última virada solteira. Tivemos a saga da #operacaocasamento com todos os preparativos descritos a cada cinco dias. E claro, com direito à um spin-off  sobre o presente misterioso.
2) Se 2016 foi "O" ano, Fevereiro foi "O" mês: mês do casamento, da lua de mel, do início da vida de casada.
3) Eu já estava com "tlinta e tlês" anos e já era uma senhora casada, sofrendo para aprender administrar tanta novidade junto. 
4) Abril foi o mês dos "primeiros": primeira tentativa de adotar uma "filha", primeiro acidente doméstico, primeira intoxicação sem ajuda de mammy. Ufa, eu sobrevivi!
5) Maio foi…

Thanksgiving

Oi, tudo bem?
"Rendei graças ao Senhor porque Ele é bom, porque a Sua misericórdia dura para sempre" Salmo 118:1
Hoje é Dia de Ações de Graça. Infelizmente, não temos o hábito de celebrar a data aqui no Brasil - apesar de termos copiado a Black Friday.
Mas eu tenho o costume de celebrar a data por ser uma tradição dos cristãos protestantes desde muito tempo atrás.
Antigamente, era o dia em que os colonos agradeciam a Deus pelo ano de colheita e compartilhavam com os mais pobres o que tinha restado da safra.
Hoje, aqui no Brasil, o dia serve mais como um memorial para olharmos pra trás e agradecermos a Deus por tudo. O simples fato de poder agradecer já é um grande milagre; afinal, se você está vivo para agradecer, está bem melhor que muita gente que não chegou até a data de hoje para ser grato. #filosofando.
Eu tenho muito a agradecer este ano.
1) Por ter corrido tudo bem com os preparativos do casamento e por todos os livramentos e providências divinas para resolver tudo que aconte…