quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Menos um

Oi, tudo bem?

Já faz quase seis meses que me casei e, somente ontem, consegui tirar o último elefante cor-de-rosa das minhas costas: o vídeo e o álbum do casamento.

Desde que voltamos de lua-de-mel e pegamos as primeiras fotos (as primeiras 1317), ficamos um pouco decepcionados com o "aparente" resultado final. 

Primeiro, porque quando fomos contratar a empresa, o garoto fez questão de contratá-los porque eles são cliente dele. E, no dia do nosso casamento, a suposta equipe que contratamos foi trocada por uma secundária e quem o garoto queria que estivesse lá, não estava. Depois da volta de lua-de-mel, descobrimos que eles fizeram outro casamento no mesmo sábado que o nosso, talvez porque no nosso casamento não tinha recepção e, por tabela, eles não iam comer e beber de graça.

Nas nossas conversas durante o fechamento do contrato, eles nos informaram que faziam apenas um evento por noite.

Desde de sempre, eu disse que gostaria muito - MUITO mesmo - que as fotos pós-cerimônia fossem feitas na estação de trem da nossa cidade. No dia do nosso casamento, ninguém teve o cuidado de ligar para os responsáveis da segurança para pedir que deixassem o prédio aberto para podermos fazer as fotos dentro da estação. Conclusão: nossas fotos foram feitas na praça da frente da estação e nos trilhos da estação de trem; os trilhos estavam molhados, sujos, cheios de mato e de bichos como formigas, baratas, sapos e devia ter escorpiões também, mas graças a Deus nenhum subiu no vestido, com exceção de uma formiga que picou bem meu bumbum.

Daí, nós achávamos que o material iria ficar pronto rápido, mas foram quase seis meses entre provas, escolhas e definições. A empresa me solicitou duas músicas para o vídeo do casamento; na semana que eles iam entregar o vídeo, fiquei sabendo que uma das músicas que escolhi não tinha dado certo (nas palavras do fotógrafo, ela não combinava com o ritmo do filme) e eles colocaram mais 3 músicas além de outra música no lugar da que eu tinha escolhido e não tinha dado certo. Só que ninguém me consultou a respeito. 

Virei noiva chata nessa hora! Pedi a lista das músicas e disse que queria trocar todas; mesmo tendo gostado de uma ou outra, não gostei da atitude da empresa de tomar decisões sobre o MEU vídeo de casamento sem ME consultar antes. E, com isso, foram mais duas semanas de espera.

Finalmente ontem, eu consegui ir buscar todo o material e.... graças a Deus, eles nos surpreenderam no resultado final.

O álbum ficou enorme e extremamente clássico, de bom gosto, bem de acordo com a nossa personalidade. 

A qualidade do som e da imagem do vídeo ficaram excelentes, a edição foi perfeita; além disso, tiveram detalhes que fizeram toda a diferença no final das contas.

Graças a Deus, eles nos surpreenderam da melhor forma possível.

5 comentários:

Fernanda Rodrigues disse...

É complicado quando uma empresa promete uma coisa e devolve outra. Ainda bem que tudo deu certo no final!

Beijos,

Algumas Observações

Aline disse...

Nana,

Realmente quando a gente contrata um serviço espera que saia como combinado!
Que pena que você não conseguiu tirar as fotos onde queria! Mas que bom que no final deu tudo certo!

Beijão!
Inventando Assunto

Micha Descontrolada disse...

Que chato isso, mas que bom que no final gostaram do resultado.
Pena são os aborrecimentos no caminho.
O meu também peguei uns 6 meses depois, porque demorei a escolher as fotos, aí tinha prova, voltava...

Uma amiga tá lutando pra conseguir o album dela, já tem quase 2 anos que casou, e há 6 meses o fotografo parou de dar qq notícia. no face dele tem várias noivas reclamando. Imagina o panico?

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ

Ana Nana disse...

Ainda bem que o resultado final ficou lindo!
Obrigada pelo carinho e pela visita.

Ana Nana disse...

Algumas coisas nos deixaram chateados e até um pouco decepcionados, mas o resultado final ficou lindo. Então, valeu a pena!
E o melhor são as lembranças.
Obrigada pelo carinho e pela visita!