Pular para o conteúdo principal

Projeto Escrita Criativa: O que acontece com os personagens quando os livros fecham

Oi, tudo bem?

Que tema interessante!!!! Eu adorei quando eu vi. Quando eu era criança, eu achava que os personagens dos livros, assim como os meus brinquedos ganhavam vida depois da meia noite e andavam pela minha casa. Essa ideia veio da minha super criativa mamãe que me falava isso para eu ir dormir cedo e não acordar no meio da noite kkkk. Ela dizia que se minhas bonecas ou se um personagem do livro me visse, eles podiam morrer de susto e eu não ia querer isso, né?! Cada coisa que criança acredita kkkk

Eu gostaria que os personagens realmente tivesse vida, que eles existissem além da gente. Não seria nada mal se Coração de Tinta fosse de verdade, né?! Eu tenho alguns personagens queridos com os quais eu adoraria ter uma longa conversa; alguns, com certeza, me dariam ótimos conselhos.

Eles também poderia ficar lá, nas páginas dos livros, ansiosos esperando pelo momento de serem lidos, de receberem atenção. A vida deles não faria sentido enquanto não tivessem os olhos e a atenção de algum leitor, de alguém ávido para saber mais sobre a vida deles.

Mas, o que será que aconteceria com eles depois que a história termina? Já dizem que ninguém sabia o que aconteceu com os casais dos contos de fada depois do "felizes para sempre". Foram felizes mesmo? E na primeira TPM? E na primeira conta de luz atrasada? kkk vai saber né?!

Mas, seria muito legal se eles realmente pudesse interagir com a gente. Se bem, que daí eu não leria mais livros de terror hehehe.

Comentários

Scant Tales disse…
Interessante.
Ana Nana disse…
Eh mesmo kkkk
Obrigada pela visita.
Minha irmã vivia falando que todos meus ursinhos tinham vida. E eu acreditei até uns 14 anos. Criança de interior HAHAHA
Ficaria bem legal se vc deixasse o comentário no blog, não que abrisse uma caixa pra comentar.
Boas festas!
A Bela, não a Fera blog | A Bela, não a Fera Youtube | Converse comigo no Twitter!
Ana Nana disse…
Desculpa, mas não entendi sua sugestão do comentário. De qualquer forma, obrigada pela visita!

Postagens mais visitadas deste blog

Tag de tudo um pouco

Oi, tudo bem?
A Mila me indicou nessa tag e eu amo participar de blogagens coletivas e tags, então... vamos lá:
Regras Deve indicar 11 blogs com menos de 500 seguidores; Colocar o selo da Tag; Colocar os créditos ao blog Atrás da Penteadeira; Colocar o blog que te indicou.


Perguntinhas 1- Qual seu estilo musical preferido? Boa pergunta...geralmente, gosto do que está tocando no rádio..se for pop rock, melhor ainda.
2- Qual peça de roupa é sua queridinha no momento? Meus shortinhos de calor, fresquinhos e floridos para ficar em casa de bobeira.
3- Qual de seus esmaltes é o mais divo? Marca e cor. Babado Forte, da linha Color Trend da Avon
4- Shorts ou saia? Por quê? Sempre shorts, não muito curto. Saia só se for longa.
5- Cabelo liso ou cacheado? Sempre cacheado
6- Salto ou sapatilha? Depende da ocasião.
7- Brigadeiro ou sorvete? No verão, um bom picolé de limão. No inverno, o brigadeiro de panela é imbatível.
8- Doce ou salgado? Depende do humor do meu estômago.
9- Como você define seu estilo? Casual.
10- Você…

Resenha - Melhor do que comprar sapatos

Oi, tudo bem?
Segundo livro do ano.. em março #vergonha.
Arrisquei no título Melhor do que comprar sapatos, da Cristiane Cardoso, publicado pela Editora Unipro.
Não sei se você já ouviu falar dela: filha do bispo Edir Macedo (já torceu o nariz?), casada com o Renato Cardoso, é apresentadora do Escola do Amor na Rede Record (torceu o nariz de novo?).
O livro, segundo o site da Livraria Cultura, não é simplesmente uma coletânea de artigos sobre a essência da mulher. O objetivo de sua autora, Cristiane Cardoso, é ir além e promover a transformação real do leitor, de dentro para fora. Sabendo que mudanças não acontecem da noite para o dia com a simples leitura de um livro, Cristiane aborda temas de importância para toda mulher. E todos esses temas apontam para o fato de que é preciso enxergar a vida mudando a nossa perspectiva. A partir dessa atitude, a autora defende que é possível ser uma mulher melhor em todos os sentidos. Como lidar com seus problemas? Quando um relacionamento funciona? C…

Fim

Oi, tudo bem?
Em 13 de janeiro de 2005, comecei um humilde blog (ainda no dominio zip.net da UOL) que viria durar mais de dez anos e contar com quase cem mil visualizações. Não sei se são números expressivos para alguns, mas para mim, são demais!!!!
Fiz muitos amigos (virtuais e reais) e pessoas especiais entraram na minha vida por causa desse blog. Conselhos, piadas, dicas... compartilhamos muitas coisas desde 2005.
Nestes mais de dez anos, muita coisa aconteceu. Eu mudei muito, mais muito mesmo, daquela garota de 2005: altos e baixos. Perdi, ganhei. Vivi pequenas e grandes vitórias. Sofri pequenos e grandes tombos. Realizei sonhos – alguns que eu nem imaginava realizar. Cresci em todos os setores: pessoalmente, profissionalmente e fisicamente (mais pros lados do que pra cima hehehe). E compartilhei tudo que foi possível pelos blogs, pela escrita. 
Mas, de uns tempos pra cá, as redes sociais como um todo tem me chateado muito e, particularmente por alguns episódios que tive que presencia…